As expressões destacadas a seguir, representam uma pequena amostra dos termos contidos no livro Família Empresária de A a Z – Descomplicando as Expressões nas Empresas Familiares.

Acordo de acionistas – Conjunto de critérios negociados e estabelecidos de comum acordo, entre parte ou totalidade dos sócios de uma sociedade anônima, que visa a estabilização de poder e do controle da sociedade. É um instrumento legal reconhecido pela Lei das S.A. e que deve ser cumprido e respeitado por todos os sócios acordantes. Quando o acordo é registrado no Livro de Ações, obriga também o seu cumprimento por terceiros. A Lei das S.A. regula o Acordo de Acionistas dos seguintes assuntos: compra e venda de ações, preferência para adquiri-las e o exercício do direito de voto. Obrigatório para empresas com ações nos níveis mais altos de governança corporativa.

Alinhamento societário – Diálogo entre sócios com objetivo de estabelecer diretrizes consensadas à respeito de suas visões de futuro, valores, código de ética e conduta, investimentos e decisões estratégicas sobre a condução do patrimônio e dos negócios.

Código de ética – Compromissos e atitudes, acordadas e documentadas, de caráter moral com foco na preservação das relações.

Diálogo – Forma pela qual se pode lidar de maneira produtiva com suas divergências. A comunicação aberta e transparente com equilíbrio entre ouvir e

Empresa familiar – Caracterizada pelo controle societário exercido por um indivíduo – empresa unifamiliar – ou mais indivíduos – empresa multifamiliar -, por meio de cotas ou ações, ou quando já tenha passado, por sucessão patrimonial, destes indivíduos proprietários aos seus descendentes. Falar. Na família empresária é a base de uma boa relação societária. Família empresária – Família unida por vínculos decorrentes do patrimônio e do legado, capaz de se comprometer com o desafio de agregar valor para as próximas gerações, baseando-se nos princípios que norteiam a família saudável. Seus membros são capazes de distinguir os sistemas da família, do patrimônio e da empresa, agindo de acordo com tal distinção. O processo de evolução da família prevê o planejamento da sucessão e continuidade.

Governança – Ação de dirigir, administrar, ter o controle ou a direção. São fóruns de poder e decisão, nos sistemas; família, patrimônio e empresa, com suas respectivas regras de funcionamento. Garante a representação dos interesses, a legitimidade das decisões e o respeito às fronteiras entre as instâncias decisórias.

Governança corporativa – Conjunto de mecanismos e estruturas que disciplinam a gestão estratégica e monitoramento dos negócios, garantindo que a atuação dos executivos esteja alinhada com os interesses dos acionistas. Inclui o conselho de administração, diretoria, auditoria, conselho fiscal e comitês para debate de temas específicos.

Governança familiar – Conjunto de mecanismos e estruturas que exercem a gestão dos temas e relações familiares, como; – interesses, conflitos, expectativas, crescimento, história, valores, ética, conduta, celebrações. Dão suporte ao diálogo, à educação e aos processos decisórios no âmbito familiar. Inclui o conselho de família, o conselho da nova geração e, em alguns casos, o family office – escritório de família.

Governança societária – Conjunto de mecanismos e estruturas que possibilitam aos sócios a participação e representatividade nas decisões relativas ao patrimônio, tendo caráter preparatório e analítico em relação às assembléias de acionistas. Inclui o conselho societário, o conselho consultivo e, em alguns casos, o family office – escritório de família.

Herdeiro – Aquele que recebe a herança, seja biológica, cultural ou legal. Legalmente aquele que sucede na totalidade ou em parte da herança, seja por força de lei ou por disposição de testamento.

Inclusão – Consideração, inserção, envolvimento. Termo comumente utilizado para caracterizar uma abordagem completamente oposta à segregação, segmentação, separação, distinção. Abordagem essencial para evitar a criação de subgrupos que geram rivalidade, ressentimentos, ofensas e discriminações.

Profissionalização – Capacitação da família empresária para o exercício responsável do seu papel de detentora do patrimônio e legado. Prevê o desenvolvimento e implantação de estruturas de governança e gestão, alinhadas aos valores e propósito da família empresária, com abrangência nos sistemas família, patrimônio e empresa. É agir de forma profissional diante dos fatos, ou seja, saber respeitar as fronteiras dos 3 sistemas – família, patrimônio e empresa, e priorizar os aspectos racionais diante dos emocionais.

Projeto de vida – É a analise da vida, considerando sua história, sua origem, a realidade do presente e quais são os desejos pessoais e os sonhos de realização. É construir um projeto que de a direção, o guia, o sentido que um indivíduo atribui à sua existência. Contempla dimensões de curto, médio e longo prazos e considera o planejamento de sua atuação nos diversos papéis que desempenha: familiar, societário, profissional, educacional, social e pessoal. Essencial para os membros de famílias empresárias que, além da consciência e preparo para as responsabilidades de sócios, precisam ser autores de seus caminhos e escolhas individuais, de forma que tenha uma realização pessoal e assim possa contribuir e agregar valor ao patrimônio e legado coletivo.

Relação societária – Relação entre pessoas físicas ou jurídicas que detém cotas ou ações de uma mesma empresa ou empreendimento. Pressupõe um objetivo comum, o exercício de decisões compartilhadas, uma estrutura que dê sustentação a este processo, definição negociada da contribuição de cada sócio, o acesso a informações e o compartilhamento de resultados. Para sua continuidade requer o desejo de permanecer na sociedade, confiança, disposição, abertura para o diálogo e visão compartilhada de futuro.

Sociedade – Grupo de pessoas unidas por objetivos comuns e sentimento de coletividade. Compartilhando valores e regras próprias. Pode dar origem a uma organização constituída no formato de uma empresa.

Sucessão – Processo pelo qual ocorre a transição do fundador, de líderes da atual geração ou de executivos chave, para novas lideranças. Cada sistema, família, patrimônio e empresa passará pelo seu próprio processo de sucessão. quando planejado com envolvimento, dialogo e transparência, ocorrerá com a devida legitimação e considerando o perfil específico necessário.

Transição de gerações – Processo pelo qual ocorre a transferência do patrimônio e do legado de uma geração para outra. É um processo complexo, que pode ser planejado, administrando suas variáveis e envolvendo duas ou mais gerações adultas por vários anos. Importante considerar todos os envolvidos, aspectos concretos do patrimônio, da empresa e de negócios, como também os fatores emocionais.

Validação jurídica – Processo de confecção de peças jurídicas baseados em desejos e acordos, protocolos e contratos constituídos entre pessoas ou empresas.

Visão – No contexto empresarial, aquilo que uma pessoa, um grupo ou empresa define como sua perspectiva de futuro.