O Grupo Silvio Santos desistiu do plano de sucessão familiar que encomendou para um firma americana. Logo após a crise do Banco Panamericano e sua venda para o BTG, em 2011, o Grupo SS contratou a empresa especializada Cambridge Advisors to Family Enterprise para criar um planejamento de sucessão de Silvio Santos em seus negócios.

A Folha apurou que a consultoria fez um extenso relatório com o mapeamento de onde cada filha de SS poderia se encaixar melhor na gestão do grupo e quais as deficiências de cada empresa. Um dos fatores apontados no relatório é a ausência de um vice-presidente no SBT.

Segundo fontes ligadas à emissora, após a entrega do relatório, o grupo SS resolveu não levar adiante a consultoria da Cambridge, que acompanharia o processo de sucessão. A holding apenas resolveu seguir, informalmente, algumas sugestões do diagnóstico da empresa.

Entre elas, a colocação das filhas de SS em posições estratégicas, como Daniela Beyruti, que é diretora artística e de produção do SBT, e Renata Abravanel, que é diretora da holding.

Procurada, a Cambridge Advisors diz que o serviço é confidencial e que não pode comentar o assunto. O Grupo Silvio Santos também não comenta o assunto.

Fonte: http://jornalsportnews & http://sbtpedia 17 de abril de 2012.